terça-feira, 17 de abril de 2018

Área policial e militar é uma boa opção para um fracassado?

E aí seus lixos! Venho matutando sobre o assunto do título e pensando em fazer este post desde que recebi alguns comentários sobre isso aqui no blog, e um lixo veio me perguntar sobre concurso para Polícia Civil e PRF. Vou focar mais na questão policial, pois a área militar tem muitas especialidades e a grosso modo não é tão operacional assim, ao meu ver.

O texto está gigante (e ainda assim incompleto), mas a intenção é ser uma boa fonte para os merdas que googlarem sobre como ser menos lixo, e uma forma de refletir se é uma opção válida de carreira.




O cenário

O Brasil chegou a um ponto crítico na segurança pública. Basta acessar um site de notícias ou ligar a TV para ficar com vontade de chorar ou voltar para o útero. Isso e o déficit de servidores na área, tem feito o governo se mexer um pouco e os concursos no ramo estão pipocando.

Também existe uma forte tendência de investimento em segurança nos próximos anos com todo o debate e holofote em cima dos crimes, desarmamento, imigrantes, etc. Independente de quem ganhar a eleição, especialistas já dizem que o próximo governo terá que investir forte em segurança pública pois os cidadãos/eleitores não aguentam mais e a segurança pessoal e da família está praticamente em 1º lugar. Está aí o motivo de tanto apoio ao Bolsonaro. Ainda que ele não consiga fazer nada do que promete, ou sequer explicar suas ideias como falam, mas o povo tem se identificado com ele e com o discurso da segurança. Se ele ganhar, dizem, veremos grandes avanços na área.

Tudo isso indica a possibilidade de vagas e mais vagas, aumento das remunerações, valorização da carreira e tudo que o setor merece. Surge então oportunidades e dúvidas: devo ir para essa área apenas pelos salários e pela oportunidade "mais fácil"? Devo ter vocação ou algum dom para isso? Ser um lixo inapto e magricela ou um gordo balofa pode me impedir de exercer bem um cargo na área? Será que pra ser poliça preciso ser um homem alfa com voz grossa e músculos do Thor?


Quando você não sabe o que fazer da vida e/ou é um lixo em tudo

Dentre as mais diversas frases sobre nosso país, uma que é muito válida aqui é "O Brasil é uma máquina de moer gente". Ela é dita pela personagem do Selton Mello na série "O Mecanismo", do Padilha. Está cada vez mais difícil sobreviver neste país, e o mercado de trabalho está insano. Não bastasse toda a dificuldade em escolher "o que ser da vida", a concorrência é brutal. Eu odeio idiotas que falam "hã hoje todo mundo pode ter faculdade. Hoje ficou mais fácil estudar. Hoje todo mundo pode concorrer em pé de igualdade". Primeiro que isso não é 100% verdade, segundo que a verdade nisso nos trás um mar de gente com qualificações péssimas, e outras com qualificações tão tops que os recrutadores pedem até MBA de Virar Hambúrguer na Chapa.

Eu não vou falar aqui qual era exatamente o meu sonho de carreira, mas tudo que eu pensei ser ou que gostava era sem noção, não dava dinheiro ou era meio utópico como fazer parte da bancada do Pânico. Eu não gosto de fazer praticamente nada em termos profissionais e não sou bom, não tenho aptidão, para nada. Surpreendentemente eu não estou sozinho, e é para gente assim que escrevo. Também para gente que não quer ser estuprada na iniciativa privada, passar por milhares de entrevistas e recrutamentos retardados sem a mínima chance de ser chamado, ganhar salário de merda com promoção só depois de 10 anos... Gente que não tem criatividade, dinheiro ou tino para os negócios, ou simplesmente é cagão de mais ou não quer se foder tendo uma lojinha de merda só para ser chamado de empreendedor fodão, honesto pagador de impostos.

Eu falo aqui de gente que quer sobreviver. Antes de ser de direita ou de esquerda. Libertário ou qualquer outra merda. Gente que por mais que queira se jogar da ponte agora, sabe que não pode ou não deve. São jovens, ou como eu: já dando adeus a casa dos 20 e todos. Inaptos para quase tudo e não sabem que rumo tomar para ter uma graninha. Para esses só existe uma forma mais democrática de conseguir uma remuneração legal, um trabalho bom ou pelo menos razoável: CONCURSOS.


Requisitos para ser Funcionário Público (que nem sempre constam no edital)

Muitos dizem que é por esses meus argumentos e pela falta de vocação que o serviço público está assim. Eu discordo, pelo menos em parte. O serviço público seria muito bom, mesmo sem os gênios multi-talentosos, desde que todos fossem honestos, não fossem FDP's que tratam os outros como lixo só porque podem, e não fossem ambiciosos a ponto de querer ficar rico com emprego no Estado.

Eu odeio meu emprego, mesmo sendo público, mas nada tem haver com vocação ou essas merdas que falam. Odeio porque fui burro de me acomodar, porque minha função é realmente uma merda que nenhum FDP neste mundo gostaria de fazer e porque o PT acabou com o país, sucateando e roubando tudo pela frente. Além disso, eu não tenho um emprego especializado. É tipo: quem é que sonha ou se sente satisfeito em ser caixa de supermercado? Não vamos ser hipócritas, todo mundo sabe que é emprego de subsistência, que 99,9% das pessoas mudariam de emprego na hora se pudessem.

Bom, o ponto aqui é: você não precisa ser extremamente vocacionado, precisa ter os requisitos que falei. Uma coisa que eu adquiri é vontade de mudança. Mesmo odiando meu emprego e não tendo autonomia nenhuma eu consegui bater de frente várias vezes com chefes para mudar coisas internas e fazer melhorias. Também peguei um certo gosto em fazer a coisa certa. Eu como bom homem beta bonzinho tenho um senso de justiça muito maior, e no serviço público isso é bom (para o serviço em si, mas você pode ficar frustrado ou ser perseguido, então é bem foda também).


Vocação específica para área de segurança

Toda essa ladainha é para que não venha nenhum espertão com comentário idiota e para que você possa ter uma noção, e possa chegar a uma resposta para a pergunta do post. A área militar e policial é bem peculiar e por isso a maioria sempre diz que é necessário ter vocação para isso. Mas como saber se você tem vocação para algo, e para essa área em específico? Se já é difícil escolher um curso de faculdade, imagine então decidir por uma carreira tão atípica. Você não consegue achar nem mesmo testes vocacionais fodidos na internet para te ajudar um pouco. Psicólogas com seus testes psicomerdas vão te cobrar pra te ouvir e não falar praticamente nada de especial.

Alguns podem ter parentes, amigos ou conhecidos na área, isso ajuda um pouco. Tem bastante vídeo, blogs e depoimentos também, e uma dica é você buscar no Google os piores comentários sobre, tipo "desabafo Policial Civil - RS", "por que pedi exoneração", "larguei a PF". Isso é muito válido para que você não crie ou romantize essa área com filmes gringos ou até mesmo com nacionais como "Tropa de Elite", a própria série do Padilha e o filme da PF, que apesar de terem coisas baseadas na realidade, tem doses pra lá de fictícias.

Algumas características básicas para quem quer seguir essa área é não gostar de rotina (meio relativo, pois pode pegar só rotina também), não gostar de trabalhar em escritório fechado (mas também pode pegar trabalho fora do operacional e das ruas), ter vontade de fazer o certo e cumprir com a justiça.

Ao navegar pelo Instamerda, ou dar uma olhada em algumas reportagens da TV parece que existe um padrão na área policial e militar. Homens barbinhas, com caras de mau, altos, shape legal, um aumento do número de mulheres na profissão (muitas com cara de modelete), mas também vai ver muita gente normal. Sem nenhuma dessas características. Só que o que fica é a imagem de que pra ser policial/militar tem que ser um jovem rambo.

Com certeza tem que ter uma saúde boa e uma capacidade física idem, mas será que é preciso ser o The Rock? Ora, se você não é um obeso de 5 @, ainda que seja um sedentário hoje, pode muito bem começar a se preparar para essa área e para passar no famoso TAF (teste de aptidão física). O ideal é manter uma boa forma nesse tipo de emprego, mas sabemos que não é bem assim e muitos dos que juram que são OS vocacionados, parecem mais o Sargento Sancho Pança hoje em dia.

Também vejo muita gente dizer que é necessário muita coragem. Mas quem disse que coragem é 100% ausência de medo? Que policial não tem medo, receio ou qualquer tipo de sensação inerente a profissão que exerce, hoje em dia? Eu acredito mais no fator treinamento. Estar sempre preparado para o que vier e bem treinado. O psicológico também conta, mas não quer dizer que alguém mais quieto, tímido ou que não faça o estilo Agente Destemido, não possa vir a ser um bom profissional.

Será que para ser policial/militar precisa saber atirar, ser piloto, bombado, coragem de mil espartanos, mestre em artes marciais... Tudo isso antes mesmo de fazer a prova? Sei lá, acho que não.


Eu Lixo na Polícia =/


Panorama resumido de algumas carreiras e seus requisitos

Militar: a área militar tem vários tipo de editais para proteger a merda do nosso Ar, Terra e Mar. É uma área que emprega uma pá de gente que você vê só quando estão na TV em alguma missão no Haiti ou limpando alguma merda no Rio de Janeiro. Brincadeira, tem todo tipo de serviço, mas de fato não é quem vai patrulhar a merda da sua cidade lixo em Duque de Caxias, São Gonçalo e toda essa merda. Em geral, o cara estuda bastante e faz muitos trabalhos internos. Especializa-se em alguma área e fica preparado para algum louco como Kim Jong-un. Também pode servir nas missões de apoio a países, em fronteiras ou quando o Pezão implorar para o Temer.

Os principais editais são para a EsPCEx (Escola Preparatória de Cadetes do Exército) e EsSA (Escola de Sargentos das Armas). Mas também tem para Fuzileiros ou Oficiais da Marinha. Existem também editais específicos para carreiras de Engenharia, Saúde e outras. E também editais para prestar serviço temporário. 

Tem a vantagem de ser uma carreira da União, ou seja, do Governo Federal + estados, então mesmo não sendo os melhores salários, dificilmente vai ter atrasos em pagamento e na teoria deveria ter mais recursos. A aposentadoria ainda é vantajosa. Pode aprender muito sobre armas e toda essa merda que muita gente gosta no campo bélico. A desvantagem é a disciplina rigorosa, períodos de confinamento e tudo muito uniformizado. A remuneração também demora a ficar boa e está longe de ser das melhores em comparação com outras carreiras. A população costuma respeitar e admirar bastante, pelo menos no desfile do 7 de Setembro. Outros acham que só servem para capinar mato ou perguntam o que fazem já que não estamos em guerra.




Remuneração: varia de R$3 mil a R$6 mil, podendo ultrapassar no caso de Superior e titulações. Mais informações sobre a remuneração visite www.transparencia.gov.br.
Idade: geralmente 17 a 26 anos.
Altura: geralmente 1,60 a 1,65 m como mínimo para homem e 1,55 m para mulher.
Matérias: básicas de Ensino Médio ou alguma variação com Português, Matemática, Inglês, Física, Geografia, História e mais alguma específica.
Provas: objetiva com questões de múltipla escolha, pode pedir redação e titulações, que é diplomas de cursos e etc, no caso dos editais de Nível Superior.
Teste físico: geralmente corrida, barra fixa ou flexão e mais algum (pode vir a pedir natação dependendo do edital).
Exame médico: costuma medir até as glândulas anais.
Escolaridade: de fundamental imundo até Mestrado e Doutorado babaca.


Bombeiros: aqui todo mundo conhece. Quando crianças muitos falam que querem ser, mas depois vão deixando de lado. Mais do que apagar fogo ou salvar playboys bêbados se afogando no verão, eles ralam bastante em rodovias e onde mais tenha acidentes de trânsito. Cada estado vai ter sua corporação. Geralmente existem dois tipos de editais: para Soldados com remuneração menor e para Oficiais. Nível médio e Superior em qualquer área, respectivamente, na maioria das vezes.

Também tem aposentadoria vantajosa, por enquanto, pode ter porte de arma (apesar de a corporação nem sempre dar ou liberar em sua Lei Orgânica, mas pode tirar por fora). É muito bem vista pela população e pelas periguetes Marias Mangueiras. A disciplina e treinamento também são rígidos e segue hierarquia e toda essa merda por ser justamente Corpo Militar. Treinamento pesado, principalmente em natação, tendo até casos de afogamento e merdas durante o curso. Particularmente acho a farda de alguns estados uma coisa horrorosa (falou a bicha estilista). Depende muito do Governador e dos Deputados Estaduais babacas, então pode sofrer com atrasos de pagamento e com as merdas que os mesmos fazem mais do que o Governo Federal.


Garis, digo, Bombeiros do Maranhão.


Remuneração: varia de R$4 mil a R$6 mil, podendo chegar a R$10 mil ou mais no caso de Oficiais. Acesse o site da transparência do estado, geralmente é transparencia.sigla do estado.gov.br, mas jogue no google para saber mais. Para PM e PC a mesma coisa.
Idade: geralmente 18 a 30 anos.
Altura: geralmente 1,60 a 1,65 m como mínimo para homem e 1,55 m para mulher.
Matérias: básicas de Ensino Médio ou alguma variação com Português, Matemática, Inglês, Física, Geografia, História e mais alguma específica.
Provas: objetiva com questões de múltipla escolha ou certo e errado e redação. Títulos no caso de Oficial.
Teste físico: geralmente corrida, barra fixa ou flexão, natação e mais algum.
Exame médico: de um tudo também, até psicológico. Oftalmológico costuma pedir visão quase perfeita.
Escolaridade: médio para Soldados e Superior para Oficiais (alguns estados podem pedir Superior para soldado).


Polícia Militar: o nome já diz. Também é uma força militarizada. Aqui você conhece bem. Pode ser uma merda e morrer facilmente, ou pode não fazer quase nada em uma cidadezinha do interior. Ainda tem vantagens para aposentadoria, alguns estados aumentaram a remuneração um pouco, mas outros pagam uma mixaria. É uma força chamada ostensiva, então o rabo do foguete é com eles mesmos. O curso de formação costuma ser meio termo, podendo ser mais puxado que militares ou quase igual. Tem uma relação de amor e ódio com a população, talvez mais ódio que amor. Também tem a questão de se foder com a gestão merda do estado, por exemplo RJ, ou pode ser bom como no DF (aqui um adendo: no DF, PM, Bombeiros e PC tem remunerações maiores e são mais valorizados).

Também tem concurso para Soldado e Oficial, mas o último costuma pedir bacharel em Direitolixo. Tem um plano de carreira, mas não é fácil chegar a postos mais altos e costuma gerar certar rixas dentro da corporação, tornando o clima organizacional o programa "Casos de Família".




Remuneração: varia de R$2 mil a R$6 mil, podendo chegar a R$10 mil ou mais no caso de Oficiais.
Idade: geralmente 18 a 30 anos.
Altura: geralmente 1,60 a 1,65 m como mínimo para homem e 1,55 m para mulher.
Matérias: Português, Matemática, Geografia, História, Direito Constitucional e Administrativo e mais alguma específica como Direito Penal e alguma merda de lei ou Constituição do próprio estado.
Provas: objetiva com questões de múltipla escolha ou certo e errado e redação. Títulos no caso de Oficial e até mesmo prova oral. Também tem investigação social.
Teste físico: geralmente corrida, barra fixa ou flexão e mais algum.
Exame médico: de um tudo também e psicológico. Oftalmológico costuma pedir visão quase perfeita.
Escolaridade: médio para Soldados e Superior em Direito para Oficiais. Algum estado pode exigir CNH B.


Polícia Civil: é a chamada Polícia Judiciária. Responsável por investigar crimes e montar o inquérito policial com provas e todas as merdas necessárias para o Ministério Público pedir a prisão dos bandidos imundos. Também pode ralar muito ou pouco, dependendo da lotação (delegacia ou cidade que trabalhar). Eu acho mais bacana do que PM. Não usa uniforme, só uma blusa bacana ou tosca dependendo do estado, não tem a disciplina rigorosa militar, tem mais liberdade para andar armado, tem uma gama de serviços e investigações diferentes para fazer e a aposentadoria também ainda é interessante.

Lida com muito bandido diretamente, seja na delegacia ou nas investigações, então pode ficar visado tanto ou mais que a PM. Tem uma divisão interna que pode gerar mais barracos que o teste de DNA do ratinho. Você pode entrar como Investigador/Agente, Perito e/ou Papiloscopista, Escrivão ou Delegado. Se eu não me engano, hoje todos estados cobram Superior em qualquer área para o ingresso, sendo bacharel de direito para delegado e bacharel em áreas específicas para Perito e Papilos. Todos são policiais e também acredito que todos os estados ou a maioria já reconheça isso, ou seja, apesar das divisões internas, o Escrivão (que faz um trabalho mais cartorário, registando boletins, guardando evidências, montando os inquéritos e auxiliando os delegados na delegacia) pode ser chamado a atuar na linha de frente e tem arma, distintivo, mesmo treinamento, etc.

O Escrivão basicamente faz o que disse acima, mas dependendo da delegacia, se faltar Investigador ou precisar, ele pode atuar mais operacional e menos administrativo. Existe uma certa rixa entre Investigadores e Escrivães, um dizendo que o outro trabalha menos, mas na prática o Escrivão é o faz tudo da delegacia, costuma levar muito esporro de delegado, tem que guardar evidências de crimes e merdas que a PM traz, como até calcinha de mulher estuprada e é responsável por muita coisa na unidade. Então, por tudo que já li e conversei com quem era, me parece uma carga de trabalho maior e até um pouco mais chata. Também costuma ter o efetivo menor. O Investigador é o poliça, operacional puro que mete o pé na porta e grita "poliça caraio! Mão na cabeça vagabundo". Tá, tem mais que isso, mas acho que não gera dúvidas aqui, ok?! O Perito faz a Perícia (a vá!). Pode ter Perito em Contabilidade, Telecomunicações, em Medicina (Médico Legista, no caso), em Química... Tudo que a nossa poliça precise para dar uma de C.S.I do caralho. O Delegado é aquele que aparece no jornal de terno vagabundo e nunca sai da delegacia. Na verdade vai depender do cara, ele pode ser mais operacional ou não. Ele quem geralmente comanda as investigações (apesar de algumas serem comandadas por Investigadores Chefes com orientações ou apenas participações finais dos Delegados), monta a peça processual, o inquérito que vai lá pra merda do MP pedir o Juiz para prender o vagabundo.

Que merda hein! Aqui é coisa para caralho para falar. A briga toda na carreira é porque praticamente (ou só, sei lá) só no BR temos a figura do delegado, famoso delta (linguagem militar babaca). Nas outras puliças do world, os caras entram tipo lá nos EUA, como oficiais de rua, passam para investigadores, sargento, capitão e a merda toda. Podendo qualquer um (hahaha) de acordo com sua capacidade e trabalho, chegar em qualquer posto. Também existe a rixa com peritos que costumam ganhar mais que Investigadores e Escrivães. Então fica naquela: Investigadores e Escrivães querem ganhar igual Perito, Perito quer ganhar igual Delegado e Delegado quer ganhar igual Promotor. Daí a exigência do bacharel em direito para delega, pois eles são responsáveis pelo inquérito e precisam manjar mais de lei junto aos promotores, mas acabam que querem ser ou ganhar igual esses, sendo que especialistas e a cambada toda que está abaixo dos delegados dizem que é desnecessário a figura do delegado. Hoje existe até PEC (Projeto de Emenda Constitucional) para acabar com a figura do Delegado. No caso dos Peritos e Investigadores/Escrivães, existe a tentativa de equiparar salários com a justificativa de todos são policiais com superior e sem hierarquia entre eles, mas não sei se algum estado conseguiu isso.

Ah, a população é ou indiferente ou odeia. Costumam achar que todos são corruptos, talvez pelas apreensões que eles fazem nos camelôs, notícias sobre desvios de drogas e outras coisas que apreendem. No imaginário popular PC tem mais moral que PM também.




Remuneração: varia de R$2 mil a R$6 mil (Investigador/Escrivão), R$8 a R$10 mil (Perito), R$12 a R$19 mil (Delegado).
Idade: geralmente não cobra.
Altura: geralmente não cobra.
Matérias: Português,Geografia, História, Direito Constitucional e Administrativo e mais alguma específica como Direito Penal, Processual Penal, Medicina Legal, leis específicas de cada estado, de Trânsito, etc. Para Delegado, praticamente todo o ramo do Direito. Para Perito as matérias afins a especialidade.
Provas: objetiva com questões de múltipla escolha ou certo e errado e redação. Títulos no caso de Delegado e Perito, oral para Delegados e até prova prática para Peritos e/ou Delegados. Mais investigação social.
Teste físico: geralmente corrida, barra fixa ou flexão e mais algum.
Exame médico: de um tudo também e psicológico brabo. Oftalmológico varia de estado para estado. Alguns admitem visão com correção (óculos, lente de contato), outros barram se não enxergar um mínimo sem correção.
Escolaridade: Superior para todos praticamente. Bacharel em Direito para Delegado, sendo que a maioria dos estados exigem prática jurídica (sendo 3 anos de atividade jurídica, como advogar basicamente ou de prática policial). Quase todos pedem CNH B para todas as carreiras.


Polícia Federal: também é uma Polícia Judiciária, mas é uma espécie de FBI brazuca. Responsável por investigar crimes maiores e crimes federais. Tem os mesmos cargos da PC, mas aqui é Federal, é outro nível. Ganhou muita notoriedade e respeito com a Lava Jato. A população em geral ama a PF. Ainda assim seus funcionários não parecem tão satisfeitos. São vários casos de insatisfação e até de suicídio entre os agentes, rixas e clima péssimo com esses e os delegados e os mesmos casos da PC. Talvez seja pica andar com a famosa camisa preta com letras amarelas e distintivo top, e a remuneração é a melhor das polícias, mas internamente o trabalho não é bem igual na TV e pode frustrar.

O curso de formação é um dos mais difíceis e as provas idem. Tem praticamente todos os benefícios que já citei acima e mais. A PF atua em todos os estados e existe a possibilidade de trabalhar em qualquer lugar do Brasil praticamente, sendo a lotação inicial algum lugar do Norte, Nordeste ou Centro-Oeste, mas principalmente fronteiras. Pode pedir transferência depois, geralmente após 3 anos. Também existe muito serviço interno, administrativo e tem muitos ramos e atividades para se trabalhar, até mesmo em conjunto com outros órgãos em casos de apreensão e corrupção, como com a Receita Federal, por exemplo.




Remuneração:
Clique para ampliar


Idade: não cobra.
Altura: não cobra.
Matérias: Português, Informática, Atualidades, Raciocínio Lógico, Administração, Contabilidade, Economia, Direitos Penal, Processual Penal, Administrativo e Constitucional, mais Legislação Especial. Para Delegado quase tudo de Direito e para Perito as matérias da especialidade e mais algumas. 
Provas: objetiva certo e errado e redação. Títulos no caso de Delegado e Perito, oral para Delegados e até prova prática para Peritos e/ou Delegados. Investigação minuciosa para todos.
Teste físico: corrida, barra fixa, natação e teste de impulsão (pular parado até tal ponto).
Exame médico: de um tudo também e psicológico tenso. Admite correção oftalmológica que garanta visão boa.
Escolaridade: Superior. Bacharel em Direito para Delegado e prática jurídica (sendo 3 anos de atividade jurídica, como advogar basicamente ou de prática policial). Também pede CNH B.


Polícia Rodoviária Federal: mais do que só multar, fiscalizar carros e cercar os bandidos imundos que tentam invadir os estados depois que fogem do RJ, eles também atendem milhares de cagadas e acidentes nas Rodovias e participam de operações de apreensão de drogas, contrabando e grandes operações quando solicitados. Trabalham bastante em conjunto com a PF, Receita Federal e até com a PM e PC.

Apesar de ser uma polícia ostensiva, não é uma força militar. E é a única com carreira única, ou seja, não tem delegado, escrivão, nem nada disso (exceto que existe concurso para Auxiliar Administrativo, assim como PF, PF e PC) e todos entram pela "mesma porta", podendo fazer carreira e ser chefe por mérito (geralmente na PF e PC só delegados pegam funções gratificadas de chefia). Há casos de Delegados de outras carreiras irem para PRF devido o clima de trabalho melhor. O salário é um pouco inferior que a PF e essa é uma das grandes brigas da corporação, mas não há sinal do Governo para uma possível equiparação tão cedo.

Tem armas e carros bacanas e o símbolo, cores, a estética PRF é muito bonita. Tem que usar farda, mas a parte de cima é a famosa camisa azul com PRF em amarelo e agora tem um uniforme novo de frio com uma calça bege um pouco diferente que foram fabricados e desenhados especialmente para ela direto dos EUA. Material de 1ª linha que protege do frio, calor, etc.

O Curso é um dos mais difíceis, mas um dos melhores em preparar policiais, com uma academia ainda nova e enorme em Floripa. Dizem que o curso de direção é muito foda e também difícil, podendo ter reprovações e o cara dançar se não souber fazer drifts malucos e aquelas merdas estilo "Velozes e Furiosos", ou quase. Segundo estatísticas é mais fácil morrer ou sofrer um acidente no trânsito e nas rodovias do que levar um tiro. Tem um déficit grande, então sobra trabalho nas estradas a fora.

A população pode não amar igual a PF, mas respeita bastante. A parte da fama ruim vem dos vermes que cobram propinas e porque ninguém gosta de ser multado, mesmo quando está errado. Mas no geral é bastante respeitada. Lotações iniciais em fronteiras e fim de mundo igual na PF e também pode ter serviços puramente administrativos com a vantagem de poder conseguir funções de chefia até mesmo em Brasília.




Remuneração


Idade: não cobra.
Altura: não cobra.
Matérias: Português, Informática, Matemática, Ética, Direitos Penal, Processual Penal, Administrativo, Humanos e Constitucional, Física, mais Legislação Especial.
Provas: objetiva certo e errado e redação. Títulos como classificatório e a famosa investigação social completa.
Teste físico: corrida, barra fixa, e teste de impulsão (pular parado até tal ponto).
Exame médico: de um tudo também e psicológico tenso também. Admite correção oftalmológica que garanta visão boa.
Escolaridade: Superior. Pede CNH B.


Agente Penitenciário

Quase todas polícias civis se livraram do cargo de carcereiro ou pararam de escoltar presos e etc. Então hoje ganhou força a figura do Agente Penitenciário. Em muitos presídios eles são terceirizados, mas a tendência é todos serem concursados e a cada dia aumentar o número para dar conta de fiscalizar e controlar as cadeias do BR. Com a previsão de construção de novos presídios o cenário fica mais favorável ainda para quem quer trabalhar nessa área.

Cada estado tem os seus, e existem os presídios federais, onde geralmente estão os bandidos pesados. Esses são de responsabilidade do DEPEN (Departamento Penitenciário Nacional) que tem muito mais recurso por ser da União e, claro, paga as melhores remunerações.

Ser Agepen tem benefícios de plantões onde muitos só dormem ou ficam de boa sem fazer porra nenhuma e tem desvantagens como lidar com a escória da sociedade de perto o dia inteiro, fazer revistas, ter que conduzir até o fórum, levar para hospitais, para sacar dinheiro, no INSS e essa merda toda. Também deve ser um ambiente bem triste, fedorento (não é preconceito FDP, você já visitou uma cadeia?), insalubre, e sei lá, tem que ter um perfil talvez até diferenciado. Rebeliões, parentes e advogados chatos, tudo isso tem que ser ponderado. Também usa farda ou ao menos a parte de baixo com uma camiseta da corporação.




Remuneração: R$3 mil a R$6 mil
Idade: alguns cobram até 30.
Altura: pode cobrar 1,60 m masculino e 1,55 m feminino.
Matérias: Português, Informática, Raciocínio Lógico, Ética, Direitos Penal, Processual Penal, Administrativo, Humanos e Constitucional, Física, Legislação Especial e mais alguma.
Provas: objetiva de múltipla escolha ou certo e errado e redação. Títulos como classificatório podem ser pedidos e tem investigação social também.
Teste físico: corrida, barra fixa ou flexão, e mais algum como abdominais ou impulsão.
Exame médico: de um tudo também e psicológico.
Escolaridade: Médio e Superior. Pode exigir CNH B.


Polícia Legislativa

Eu não sei se todos os estados tem, mas existe na Câmara Legislativa do DF e a foderosa Polícia Legislativa do Senado Federal e da Câmara. Por que foderosa? Bom, a população não costuma saber que eles existem, quando sabem não gostam muito, mas o Policial Legislativo pouco precisa se importar com isso com seu puta contracheque na faixa de R$17 mil iniciais (Na CLDF cerca de R$10 mil e pouco). Escalas de 24x72 ou 12x36, arma, e com certeza um trabalho muito tranquilo já que a atribuição é garantir a segurança ostensiva e investigativa da merda do Congresso.

Pode ter outras vantagens como hora extra e adicional noturno, tudo isso para você defender nossos amados deputados e senadores kkkk e que venha protestar por 20 centavos que levarão bala de borracha na testa, foda-se!




Remuneração: Em média mais de R$15 mil a R$17 mil de inciais, passando dos R$22 mil no final da carreira. Mais em Transparência Senado e Transparência Câmara .
Idade: não cobra.
Altura: não cobra.
Matérias: Português, Informática, Raciocínio Lógico, Ética, Direitos Penal, Processual Penal, Administrativo e Constitucional, Inglês, Legislação Especial e mais alguma como Regimento Interno.
Provas: objetiva de múltipla escolha ou certo e errado e redação. Títulos como classificatório podem ser pedidos e tem investigação social também.
Teste físico: corrida, barra fixa ou flexão, e mais algum como abdominais ou impulsão.
Exame médico: de um tudo também e psicológico.
Escolaridade: Médio e Superior. Pode exigir CNH B.


Conclusão

É uma atividade de risco ou que exige disciplina e é muito regrada, mas talvez não precise ser exatamente tão vocacionado para área, até por que existem as áreas internas. Todas praticamente possuem Funções Gratificadas que podem dar trabalhos diferentes do padrão e até aumentar a remuneração. Além dos grupos especiais como Bope, GOE, COT, GATE, e mais uma caralhada de forças especiais e etc., mas que sei lá se um frangote como nós daríamos conta.

Sobre o risco, se você é um lixo meio niilista, estoico ou conformado que o mundo é uma droga, talvez nem precise ficar com tanto medo assim de morrer e tals. Não estou falando para tentar forçar passar no psicológico se você é um kamikazi retardado ou algo do tipo, mas apesar de ter muito mais risco que qualquer outra profissão, vivemos no BR onde qualquer um pode morrer. Além do mais, todos deveriam ter uma visão mais realista e mais de boa em relação a essas possibilidades. Se você é solteiro, não tem filhos e é mais desapegado é ainda melhor, é claro.

Ao mesmo tempo que pode morar longe da família ou trabalhar quando está todo mundo curtindo, devido aos plantões, pode se dar bem e gostar do regime de trabalho. Na PRF, por exemplo, a maioria trabalha na escala 24 x 72 horas. Ou seja, um dia e folga três. Como o trabalho é 40 horas semanais, as horas que passam ficam no banco de horas para pedir folga ou sair mais cedo dos plantões.

Acho bacana a ideia de ser importante de alguma forma para sociedade. Ainda que muitos tenham a visão de "hur durr lacaios do estado" e etc. Esta é a sociedade que vivemos com leis assim e pronto. Eu sou muito mais a favor da Polícia e dos Militares do que de bandidos. Temos questões polêmicas sobre drogas, por exemplo, multas, infrações que deveriam ou não deveriam ser crimes e etc. Tudo isso pode ser foda de lidar, e até mesmo prender bandido e fazer seu trabalho pode ser frustrante ao perceber que está apenas enxugando gelo, cumprindo ordens babacas e/ou fazendo o que não acha ser moral ou correto. Mas também tem a oportunidade de contribuir para uma sociedade mais justa, livre dessa merda de politicamente correto, das agendas esquerdistas e globalistas protetoras de bandidos e etc. Muitos me falam que fazer concurso, ainda mais de Polícia ou Militar, é se juntar ao inimigo, aos porcos e as coisas mais absurdas. E quem você acha que é melhor para assumir um cargo público? Feminazis? Esquerdistas em geral? Corruptos safados? Antes nós, direitistas, pró armas, pró justiça sem vaselina cumprindo as diligências necessárias em uma DP, do que esses que citei aliviando para bandido.





Não dá pra deixar a sensação de poder subir a cabeça também. Ainda que você seja um recruta, soldado de 3ª classe imundo ou coisa do tipo, alguns tendem a se sentir importantes de mais com uma .40 na cintura ou com as responsabilidades e moral que a profissão pode dar. Mas, claro, deve ser bom ser respeitado. Um distintivo é bonito, a camisa da PF é top, as viaturas podem ser massas e acho que muitos de nós já pensamos na infância em ser Policial ou Militar, principalmente os homens, com as brincadeiras, filmes e os bonecos de ação. Clichê ou não, são os heróis da vida real (por mais que tenha uma porção de FDP's na área). Mas a responsabilidade do cargo é GIGANTE. Você terá porte de arma em todas as carreiras citadas, podendo ter orientações de conduta e de porte e posse específicas de acordo com a orientação do Comandante Geral, Chefe da Instituição, Lei Orgânica ou Estatuto. Exemplo: em algumas corporações a arma do Estado tem que ficar no Batalhão ou na Delegacia após o término do plantão e etc. Enfim, lidar com arma não é brincadeira, é responsabilidade, até porque você será uma figura a serviço de proteger e servir mesmo o povo. Não irá ser o Cowboy armado à toa, só para se proteger.

Todo o texto parece ter frisado mais os prós do que os contras, eu sei. É que a intenção aqui é mostrar que um fracassado não pode escolher muita coisa, então tem que olhar para o que tem de pró e pensar que é uma oportunidade no mínimo interessante. Eu sempre recomendei os concursos em geral para quem é pobre, sem talento e fodido no geral, só que a área da segurança pode ser mais fácil devido as inúmeras vagas. Que concurso vai chamar de 200 a 1000 pessoas ou mais de uma tacada só? Se eu não me engano só no último da PRF foram mais de 2000 formandos em um edital que previa inicialmente 1000 vagas. Com desistências, reprovações e etc., me parece que até o 2700º colocado teve chance de entrar. Se o cara for determinado em estudar para a área em si, como área Policial em geral e se dispor a fazer provas em todos os estados serão milhares de vagas para concorrer com as matérias quase iguais. Chance de conseguir um emprego que não te manda embora à toa, remuneração razoável a boa e de forma "mais fácil" igual essa é difícil. Por falar em fácil, a PC-SP veio pedindo este ano prova oral mesmo para cargo de Investigador, e com um salário de R$3 mil ou pouco mais sei lá. A prova parece que ficou bem mais difícil e ridícula. Não sei se vão retificar ou mudar algo, só sei que a concorrência está feroz, então podem nem fazer diferença.

Grandes mudanças podem acontecer também no futuro, próximo ou não. O cargo de Delegado pode deixar de existir, a PM pode ser unificada com a PC, salários podem mudar para melhor ou pior, Pode ocorrer a famosa desmilitarização das polícias e etc. Tudo isso já são brigas internas e políticas reais, muitas existentes em Projetos de Lei e de Emenda Constitucional. Até mesmo a aposentadoria diferenciada pode acabar. Apesar que de certa forma não faz muita diferença para quem está mais velho, pois em alguns casos só diminui o tempo que iria trabalhar em outra área em 5 anos, sendo que pode morrer antes disso. Mas está aí, a parte principal da conclusão ok?!


Eu trabalho nessa área ou irei trabalhar?

Não e não sei. Como todo garoto, com certeza já pensei nisso na infância. Na adolescência e inicio da vida adulta nem tanto. Quando fiquei desesperado para sair do meu emprego até pensei em fazer PM por ser, de certa forma, um dos concursos mais fáceis hoje em dia. Depois fui desistindo e descobri também que não posso fazer porque tenho problema de vistas.

Se eu pudesse escolher, de todas as carreiras na segurança pública, militar eu não tenho vontade nenhuma e as outras nessa ordem seriam: PF, PRF, PC e PM. Delgado seria bacana, mas sem chance de eu fazer outra faculdade, principalmente a chatice imunda do Direito, prática jurídica e tudo mais, gastando 8 anos ou mais da minha vida só porque a OAB FDP fez algum pacto maçon babaca para ganhar cargos privativos para ela. PC em quase todos estados eu não posso porque minha visão não condiz com as exigências dos editais, igual PM. PF eu não posso porque não sei nadar. Posso aprender, e até já vi casos de gente que aprendeu em poucos meses a nadar do zero depois que viu que ia passar na prova escrita, mas eu primeiro aprenderia a nadar e depois tentaria fazer a prova objetiva. PRF hoje seria a única que me aceitaria, ainda assim tem um problema: não, eu não tenho CNH B kkkkkkkk. Eu sou um desastre para dirigir e reprovei inúmeras vezes até desistir e ainda que eu tirasse e entrasse na PRF, sei lá se passaria no curso de formação e sua temível direção defensiva que mais parece feita para a merda do Brian e do Toretto.

Eu também sou bem medroso e ansioso, mas talvez com o treinamento isso passasse. Hoje sou bem estressado, apesar que todos ao meu redor são muito mais, principalmente no trabalho e já vi casos de atividade policial que eu nunca agiria de tal forma e talvez contornasse a situação melhor. Uma coisa eu sei que faria bem em ingressar na carreira: meu senso de justiça, responsabilidade, honestidade, comprometimento... Nós homens bonzinhos não somos feitos para o crime ou para as coisas erradas, então podemos acrescentar muito nessa área. Prender vagabundo e poder meter o pipoco em alfas marginais que pegam várias marmitas de nóia deve ser muito bom kkkkkkk. E prender um político pela PF, então? Já se imaginou prendendo um petista ou um comunistinha caviar de merda por corrupção? Caralho, show!

Bom, seus merdas, a questão é: o que você está fazendo da vida? O que vai fazer? Eu prego antes de tudo o sobrevivencialismo legal. A parte moral, ética e etc. vai variar muito de pessoa para pessoa, e da consciência de cada um. Muitos odeiam os funças, odeiam o Estado e o serviço público em geral. Outros não querem ser odiados. Tem aqueles que consideram os militares e policiais importantes e os que odeiam, mas de forma geral, acho que todos concordam que na sociedade atual eles são de alguma forma necessários, ainda que o modelo atual não seja bom. Mas o que você vai fazer? Vai ficar pagando de libertário na internet ou vai virar mendigo ou trabalhar em algo merda ou mais merda? Eu ainda não decidi se é isso que quero para mim ou para minha vida, e ainda que eu decida, também não quer dizer que tenha que ser pra sempre.

Aqui está a ideia e o esboço para tirar suas dúvidas, agora você responde para si mesmo: área policial e militar é uma boa opção para mim?
------------------------------------------------------

Onde acompanho notícias e editais de concursos:

PCI
Aprova Concursos
Blog do Estratégia
Blog do Alfacon
Blog do Grancursos

Editado em 20/04/2018: Contribuições de Concursado Investidor em Polícia Legislativa e anon 20 de abril de 2018 03:18, com a correção do cargo de Papilo.

Abraço do Lixo

sábado, 30 de dezembro de 2017

O fim de ano é ótimo... Para chorar e desabafar



Lixos do Bostil, foram longos 4 meses afastado do blog e, infelizmente, ainda vou permanecer um tempo afastado, mas precisava fazer este post para celebrarmos o fim de mais uma bosta de ano.


Como estou

Mente maluca

Eu não vou contar aqui o que eu cumpri ou não de metas, e na verdade eu nem sei se tinha estipulado ou não metas para este ano. Acho que foi um ano razoavelmente melhor que o anterior, mas ainda assim foi bem difícil e eu passei por crises existenciais e tive meses extremamente tristes e depressivos. De agosto pra cá as coisas estão bem melhores no lado emocional. Estou conseguindo controlar mais minha raiva e tristeza, ficando menos estressado, curtindo mais minha família e conseguindo estudar bem mais e com novo foco e técnicas mais certas.

A ansiedade ainda faz parte de mim. Eu passo horas, dias e até semanas raciocinando coisas, imaginando o futuro, planejando... E o que eu deveria mesmo fazer vai ficando de lado. Mas também não fico me martirizando tanto por isso. Estou aprendendo a lidar com meu jeito maluco de ser e tentando levar a vida mais leve. Nos últimos posts eu tinha falado sobre isso, de ter como foco uma vida mais simples, por mais que minha mente seja meio hipócrita nisso. É assim: no fundo eu sei que viveria de boa e "feliz" com uma casa mediana, carro mediano (ou até mesmo sem carro), salário mediano, wi-fi ótimo (não dá pra economizar aqui), séries, games e etc. Mas minha mente fica me dizendo que é pra eu buscar mais, que é pra eu chegar no topo com um salário foda, ainda que eu não vá gastar muito, mas minha mente quer que eu tenha a sensação de poder ter mais se eu quiser.


Minha mente quer dizer: prabéns fodão! Você é o cara, conseguiu. Agora é só curtir!


Acho que isso é o que chamam de nunca ficar satisfeito e que as pessoas sempre querem mais. Só que numa mente maluca e lixosa como a minha, isso não se converte em produtividade e motivação, e sim em frustração e desespero por ficar imaginando o futuro, se comparando com os outros e tendo a sensação de fracasso a todo momento. Eu também fico muito triste ao ver o tempo desperdiçado, as coisas que não fiz, as que tenho medo de fazer, o fato de não ser nenhum jovem merda e não poder errar tanto ou fazer algo tipo medicina que pode me custar muito tempo que não tenho... Enfim, um lixo!

Lidar com nossos problemas pessoais e sentimentos não é fácil, e eu não consegui ajuda com psicólogos e psiquiatras. Consegui mais ajuda nos blogs e fóruns do que com profissionais que não entendem a real nua e crua do nosso mundo. Mas escrevi isso tudo pra dizer que estou aprendendo a lidar com meus sentimentos e loucuras, e isso é ótimo. É legal ser um cara que tem o pessimismo e a tristeza dentro de si, mas consegue usá-lo pra fazer piadas, pra ter um foco diferente e pra ver coisas que os outros não enxergam.


Relacionamentos

Bem, continuo não pegando ninguém e acho que nem tão cedo vou pegar. E não é só por ser feio, pobre e lixoso. Neste fim de ano estive pensando como as pessoas agem, como elas são e mesmo já tendo me portado como elas, hoje eu não conseguiria ser assim. Como? Ditas normais. Isso até me deixa um pouco triste, principalmente no fim de ano, mas não adianta eu não suporto mais os seres humanos e suas vidas normais.




Gente normal posta imagens positivas no Facebook e vive uma vida normal. Eu sou um cara depressivo, pessimista e com espírito de um idoso de 90 anos, morando com a mãe e escrevendo este post num sábado à tarde num quarto mofado. Ok, vão dizer que com tratamento todos ficam good vibes e que só sou assim por que alimento a tristeza e tenho pensamentos ruins, mas eu me descobri uma pessoa chata. Eu descobri que boa parte das coisas que eu fazia na escola e na juventude foi pra tentar transar com alguém, para aparecer e ser aceito. Não quero ser assim e não vou.

Eu curto de mais ficar em casa de boa, ver filmes, séries, jogar game, ler, procurar de um tudo na internet... Eu não gosto de praia e piscinas e até acho meio nojento hummm bichona, foda-se!. Aliás, eu nem sei nadar. Você sabe que eu sou bem lixo, não sei nadar, não sei dirigir, não tenho experiências, não sou viajadinho... E todas mulheres, eu disse TODAS, querem ter uma vida bacana com um cara bacana. Você pode até ser pobre e feio, mas porra, um lixo completo que tem preguiça de sair de casa?! PQP! Logo você é taxado de nerd jogador de lolzinho.

Isso vai desde ter namoradinhas a ter amigos e companheiros de zoeira. Fim de ano agora todo mundo está curtindo. Por um lado você fica meio assim, se sentindo excluído sei lá. Muito mais pela falta da namoradinha, porque nosso maldito instinto sexual e testosterona gritam a cada milissegundo por uma buça molhada fedendo. Mas quando eu escuto o programa de casal de alguns colegas eu quase tenho vontade de pular de um prédio ao me imaginar fazendo isso: cachoeira, mato, sítio que não tem merda alguma, programas de hipongas maconheiros em cidades turísticas, etc. Porra, eu sei que pode parecer inveja ou algo do tipo, e sim, de certa forma eu queria poder viajar para lugares bacanas e a falta de companhia (não, eu não viajo sozinho por vários motivos como medo, preguiça, sensação de ser um idiota...) me impede, mas também me dá uma puta preguiça e falta de vontade, pois quando se está namorando ou tem algum tipo de galera você não vai exatamente pra onde quer, principalmente com namorada/esposa.




Claro que é bom sair da rotina e fazer programas legais. Eu não estou falando que não queria ir pra Nova Iorque, Vegas, conhecer a muralha da China ou qualquer coisa top, mas programas de pobre ou classe média normais não me atraem tanto. E claro, pegar filas, ônibus, passar horas em estrada ou qualquer coisa do tipo, até pra conhecer a porra do Mickey na Disney é um saco e já fico desanimado só de pensar. Lugares muito movimentados também são um saco. É como eu falei, eu sou um puta velho no corpo de um adulto jovem. Outro dia fui numa confraternização (obrigado) e a falação no ambiente, tipo um bar, estava me dando raiva. E eu via lindas minas e pensava o quanto eu era fracassado por não levar uma mina pra sair, mas ao mesmo tempo sabia que não, que eu não queria ter que fazer isso.

Antigamente eu participava de auês assim, mas tudo porque eu vivia alcoolizado. O mundo fica muito mais feliz quando você está bêbado. Você vira amigo de todos, conversa muito, vira o cara mais extrovertido e feliz da face da terra. De certa forma era bom, mas eu era um fake. Afogava minhas mágoas e angústias em litros de cerveja, vodka e etc. Se algum dia vou voltar a fazer isso? Talvez, pois a vida é muito dura sóbrio, mas não posso prejudicar meus estudos (álcool, mesmo socialmente fode a memória e o rendimento nos estudos) e não posso gastar muito com isso.

Enfim, é muito difícil conseguir uma namoradinha e amigos que pensem ou que tenham os mesmos gostos patéticos e medíocres que eu. Eu questiono várias coisas da vida, viajo sobre o sentido das coisas e do universo, questiono se existe algum deus ou não, xingo muito, faço piadas politicamente incorretas, sou mais de direita ou centro-direita, e todo o resto em minha volta parece ser avesso a tudo isso.


Festas de fim de ano

Ficarei em casa na passagem de ano, assim como fiquei no Natal. Eu estou solitário, sem contato com amigos (acho que nem tenho amigos) e não tenho família grande com vários parentes fazendo baderna (o que é bom e ruim ao mesmo tempo, depende do que você quer no momento). E óbvio, não levarei "as namoradinha" pra minha vó conhecer. Pelo menos uma das minhas veias chegou a conhecer uma namoradinha anos atrás, mas acho que ela não vai viver tanto pra conhecer alguma outra.

Você sabe bem que eu odeio muito o final de ano, pois eu trabalho muito mais, pois meu trabalho tem metas abusivas neste período, e porque eu sempre achei meio ridículo o modo como as pessoas agem. O consumismo desenfreado, a falsidade em dizer que é generoso, que deseja o bem de todos e etc. Na parte religiosa, se Deus existe tem muito para me explicar se quer que eu fique comemorando o nascimento do seu filho/ele/sei lá quem. Gratidão? Eu não sou muito grato mesmo não, mas não quer dizer que eu seja ingrato. Só não fico "aii obrigado por isso, aii obrigado por aquilo, que Deus abençoe blá blá blá". Não tenho redes sociais pra ficar postando essas coisas e não vejo sentido em dizer isso pra alguém, muito menos pra mim mesmo.




Parentes vêm me visitar por obrigação, e não temos tanto afeto assim uns pelos outros. Colegas de trabalho dizem feliz Natal, feliz Ano Novo, e ficam com isso de abraçar, de desejar felicidades, fazer confraternizações e eu acho tudo isso um saco. Na minha empresa tinha um papel noel de verdade nas vésperas de Natal e eu tive que literalmente me esconder no banheiro, pois não queria fazer nenhuma macaquice de brincadeira idiota, tirar foto nem nada do tipo. Eu odeio isso. Ok se você gosta, mas eu não suporto e se pudesse ficaria trancado em casa da semana de Natal até a semana depois do Ano Novo.

O momento de reflexão até acho importante. Não sei como seria uma vida sem passagem de ano. De certa forma a gente sabe que não é bem assim de vida nova, e mil hashtags foco, força e etc. Por vários anos minha vida não mudou em nada, mesmo eu fazendo coisas diferentes o grosso da rotina é o mesmo. Mas é sim importante estipularmos metas e aproveitar esse reset ou next level imaginário para tentar sair da merda e/ou conseguir coisas melhores.


Expectativas

Ah, só pra saberem eu consegui ultrapassar um pouco a casa dos 60 mil investidos. Minha última atualização patrimonial foi em julho com pouco mais de 49 mil temers e agora estou com com pouco mais de 60 mil cusils. E o objetivo é chegar em 2019 com mais de 100 mil, pois penso seriamente em abandonar o emprego se as coisas não forem boas pra mim em 2018.

Existe uma chance muito grande de eu ser chamado em um dos concursos que prestei durante minha vida patética. Talvez já no início do ano ou durante o 1º semestre, então estou um pouco mais aliviado, pois você bem sabe como eu odeio trabalhar e como eu odeio trabalhar no meu atual emprego que representa ao menos 60% de todo meu ódio e estresse.

Não vou fazer planos e estipular metas para o próximo ano. Quero apenas continuar estudando, pois o objetivo são os concursos maiores de R$7 mil pra cima e tentar parar quando for um Auditor da vida ou quando fracassar tanto, mas com um de R$5 a R$7 mil como consolação.

O certo é que com o novo emprego eu voltarei a postar por aqui e fazer podcasts.

---------------------------------------

Então era isso. Bem lixo como sempre, mas precisava desabafar e ter esse contato pra despedir do ano lixo. Deixo um forte abraço para todos os blogueiros e leitores da blogosfera, os JPBF's, realistas, betas e cidadãos comuns que só querem uma vida digna no próximo ano. Contem aqui neste post como foi o ano de vocês e o que esperam de bom ou de merda para o próximo.

Abraço do Lixo!

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Blog suspenso por tempo indeterminado



Não estou bem lixões. É muito triste abandonar o blog, mas é ainda mais triste fingir que estou ativo. Já havia postado que iria diminuir as postagens para estudar, e estava apenas com o post de atualização mensal. Só que não tem acontecido nada de relevante em minha lixosa vida e vir aqui todo mês pra falar nada com nada e postar uma evolução patética de patrimônio está me deixando mais mal do que bem.

Eu fico muito feliz de ter criado este blog e ter feito tantos amigos e mesmo não sendo tão popular, recebo mensagens e comentários de apoio, pedindo para voltar com os posts e podcast e etc. Isso é gratificante, mas também me deixa triste e eu me sinto um bosta por não conseguir manter um simples blogspot fuleiro.

A questão é que preciso de um tempo ainda maior e de um "detox" digital que gay. Pensei bastante em simplesmente sumir por uns tempos e desativar tudo, mas em respeito a você lixão e aos futuros lixos do Brasil, Angola e demais países lusófonos (ou seja mais meia dúzia de fodidos) vou deixar o blog e o Youtube no ar. Contudo, talvez demore a aprovar comentários e posso não respondê-los. A página do Facebook foi desativada, mas resolvi deixar ativa novamente pois se estiver com algum tempo livre ainda posso postar pílulas que gay.

No mais, foi mal por não cumprir com a expectativa de vocês e prometo que é um até breve e não um adeus.

Ps.: Mestre dos Centavos, não sei se você ia me passar no próximo ranking, mas agora a posição é sua kkkk. Pode ceder minha vaga e nos vemos numa próxima.

--------------------------------------------

Abraço do Lixo!

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Tabela com as novas remunerações do Poder Executivo Federal - Salário inicial de R$5 mil

Complementando o post anterior, e como não vi nenhuma notícia veiculando esta informação mais detalhada, segue para os leitores concurseiros e demais visitantes a proposta do Planejamento para as novas remunerações dos Servidores Públicos Federais Civis.


Clique para ampliar.


Observações:

- Com a nova proposta o salário máximo seria pago no STEP 30, ou seja, depois de 30 anos de serviço;

- Como há menção ao salário inicial de R$5 mil durante o estágio probatório, entende-se que este salário será pago durante os 3 anos em que o servidor não é estável e está sob avaliação mais rigorosa. Sendo assim, o próximo nível e salário de R$5.300,00 só seria alcançado depois de 5 anos de exercício;

- Ao que tudo indica, esta proposta valerá para todas carreiras de nível superior do Executivo, como: Auditor-Fiscal da Receita e do Trabalho, Diplomata, Agentes das Polícias Federal e Rodoviária, Delegados e Escrivães das mesmas, Analistas do Banco Central, dentre outras (Confira todas as carreiras do Executivo com todas remunerações clicando aqui);

- A "Tabela Atual" é baseada nos cargos de gestão do grupo 07 do link acima (Analista de Comércio Exterior, Auditor Federal de Finanças e Controle, Analista de Planejamento e Orçamento, Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental), então salário de Policial, por exemplo, e outros são diferentes;

- Ainda não há como saber se será efetivamente desta forma e se para todos cargos mesmo. O Governo também não divulgou tabela separada de nível médio;

- Esta proposta atinge o Executivo. Ficam de fora portanto cargos do Legislativo, Judiciário e Empresas Públicas. Apesar que há tendência de ser feito uma reforma geral em breve. Inclusive será elaborada proposta de respeito ao Teto Constitucional (salário máximo do funcionalismo, baseado no salário dos Ministros do STF. Hoje em R$33.763,00) para que todas verbas sejam limitadas a ele.


Previsão de economia do Vampirão. Deu muito bilhão hein?!


Fato interessante sobre o poder de compra do Servidor

No post anterior sobre este assunto eu não fui nem totalmente contra nem a favor a esta proposta. Ainda disse que como sou um morto de fome imundo, continuaria em busca de uma vaga, visto que sou um fracassado inútil e não tenho mais vontade de trabalhar em nada, nem de viver.

Contudo, mesmo o salário inicial de R$5 mil sendo "bom" para nós lixos, não dá pra relaxar ou pensar que estará com a vida feita. Ou seja, continuo recomendando a todos: não casar, ter filhos, comprar carro e casa financiados e nem viver carpe diem.

Por mais que uma boa parte dos servidores ganhem bem hoje em dia, algumas carreiras como a de Policial Federal já ficaram 8 anos sem receber aumento. Não temos como prever muito como será o futuro do Brasil, mas sabemos que aqui a tendência é o fracasso, então a inflação pode comer sua alma. Supondo que esta proposta já estivesse em vigor há 5 anos, com um cálculo imundo que fiz o salário de R$5.300,00 hoje valeria R$3.260,14.

Ficar sem aumento e sem reposições salariais muda bastante a situação. É um fato que também ajuda a entender o porquê de tantos servidores endividados hoje. Começaram ganhando uma boa grana, ficaram sem aumentos e fizeram dívidas pra cacete (principalmente no contra-cheque com crédito facilitado). Além disso, são brasileiros "viva la vida loca".

-----------------------

"Porra Lixo! Só fala de concurso e disso agora seu parasita FDP!"

Foda-se seu bastardo, o Temer está lendo e gostando. Falando nisso, #MeChupaMarcela

Abraço do Lixo!

Próximo post amanhã, depois de amanhã, semana que vem, sei lá!!!
 Anota aí! ;) 

Posts fixos: Atualização Financeira e Considerações sobre o mês - até o dia 05 de cada mês
Posts especiais: Quando der na telha (de preferência aos sábados ou domingos);

Fala que eu te leio: umserlixo@gmail.com; inbox via face; formulário de contato ao lado; comente ou pombo correio para o lixão mais próximo. 

Curta a página do Lixosiga o Lixo, inscreva-se no meu canal lixo. Não vai acrescentar nada na sua vida nem na minha, mas vai lá, ou não...

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

É certo o Governo propor salário de R$5 mil para todos funcionários públicos?

Ontem saiu a notícia de que o Governo Federal pretende impor o valor de R$5 mil como salário para os funcionários públicos. E como um bom filho da puta que sou, vou discorrer sobre isso logo após este meme.


Defeito no Viagra?


Ao contrário do que pensam os esquerdistas, o Brasil não está satisfeito com o Drácula Temer. Eu não sou nenhum analista político pra saber exatamente o por quê da escassez de panelaços, mas é fato que:

  1. O PT quebrou o país;
  2. A classe média odeia o PT por N motivos. O PT é como sogra: é muito fácil de odiar;
  3. Inflação voltou ao controle;
  4. Desemprego ainda é alto, mas novas vagas foram criadas;
  5. A economia está sob controle, em comparação com o governo Dilma.
Todo mundo sabe dos escândalos, todo mundo sabe que o PMDB é uma cópia fiel do PT e etc. Mas o que derruba um governo mais do que corrupção é a instabilidade econômica e política. A Dilma caiu por isso. O Collor também. Então foi golpe? Não, seu verme! Os crimes estavam ali, mas poderiam muito bem serem abonados (como sempre fizeram) se estivessem entregando um mínimo de serviço.

Além disso, 2018 está aí. Ninguém sabe exatamente o que uma mudança agora poderia causar. Ninguém sabe nem se esse velho imundo vai estar vivo até a próxima semana.

Você achando legítimo ou não o governo dele, reformas precisam ser feitas. FHC queria, tentou, fez pouco. Lula queria, tentou, fez quase nada. Dilma queria, tentou, não fez nada. Todos políticos tentam há anos lidar com as mesmas questões de sempre: dívida pública, déficit orçamentário, previdência e etc. Todos já tentaram ferrar com o povo (na verdade conseguiram, mas você entendeu).

Enfim, o Temer é um bandido como os outros, mas não está errado (nem 100% certo) de propor certas reformas. Uma delas é a do funcionalismo público.


Por que a sociedade odeia os "funças"?

A sociedade odeia o funcionalismo público. Alguns odeiam muito, outros odeiam pouco e boa parte odeia mas quer fazer parte. Instituições como a PF ainda são muito bem vistas e elogiadas. Outras como Receita e empresas públicas, são vistas como um câncer.

A má fama do funcionalismo é antiga. Os apadrinhados políticos reinavam e o serviço era 10 vezes pior antes da Constituição de 1988. O Brasil também está sempre nas piores posições de rankings sobre prestação de serviços públicos em relação ao pagamento de impostos. Como todos já sabem são 5 meses e até mais de inferno trabalho só para pagar impostos.

E se não bastasse a escassez de hospitais, infraestrutura e sistemas podres e etc., o povo brasileiro é um desgraçado de FDP. Se você juntar isso com comodismo, sensação burra de "poder", preguiça, e muita "filhadaputagem", terá um dos piores atendimentos de serviço público da galáxia.

Não vamos esquecer que mesmo com a obrigatoriedade de concursos através da CF 88, muitos cargos ainda são ocupados por terceirizados e comissionados. Grande parte desses são ainda mais imundos que os funças ruins do Estado. A "burrocracia" e a falta de autonomia também são ingredientes neste caldeirão de merda. A maior parte das ordens e regulamentos vêm de políticos e indicados dos mesmos.




Se boa parte do serviço é o cocô do cavalo do bandido, por que pagamos tão caro por ele?

Primeiro o óbvio: desde que colocaram o pé nesta terra amaldiçoada a farra começou. Claro que é natural uma remuneração um pouco mais vantajosa em cargos superiores em empresas, e um pouco dessa política é implementada no governo. Só que aqui no BR um político a serviço de satã que contratasse seu sobrinho não iria pagar um salário mínimo, mesmo que o trabalho do pirralho fosse pra ficar tirando xerox.

Então essa cultura antiga de "dinheiro para os amigos do rei" foi ficando, principalmente em cargos do alto escalão. Já outros cargos, principalmente antes da CF 88, não eram como hoje. Se você perguntar pra algum velhote que não sofra de Alzheimer sobre como era trabalhar para o governo antigamente, é capaz dele dizer pra você que era uma bosta. Ninguém queria ser funça. Se a PF hoje não teve grana pra expedir passaportes, imagina antigamente que nem grana pra gasolina tinha direito? Principalmente policias estaduais.

Eu conheço pessoalmente alguns caras velhos que já trabalharam pra vários setores do governo e saíram. Os caras dizem que não tinham ideia de que as coisas poderiam melhorar tanto e que alguns colegas ganhavam tão mal antigamente que ou era trabalhar no setor privado ou passar fome. Nenhum pai queria ver seu filho trabalhando para o estado.

Em dado momento da história deste país imundo o governo começou a perder funcionários para o setor privado, e com isso a solução foi aumentar os salários e conceder certos benefícios e privilégios para atrair novamente mão-de-obra, e claro, para atrais funcionários mais qualificados.

Agora entenda bem, seu lixo: não foi 100% isso. É óbvio que a canalhice comeu solta e para driblar coisas como o Teto Constitucional (basicamente ninguém pode ganhar mais que um Ministro do STF) criaram várias verbas indenizatórias, os famosos penduricalhos. Principalmente no judiciário. Então hoje temos, sei lá, cerca de 33 mil de Teto, mas com indenizações como auxílio moradia e vendas de "mil dias" de férias um juiz pode ter folha mensal de mais de R$100 mil.


Todo funça ganha bem e todo mundo quer ser funça?

Como vimos, um juiz pode ganhar muita grana num só mês. O "Herói Nacional" Sérgio Molho em algumas situações já tirou mais de R$70 mil em um único mês. Vários juízes que fizeram muito menos que ele tiraram igual ou até mais. O judiciário portanto é um dos mais onerosos e mais FDP. Já a classe que a população adora colocar em cartazes de protesto (professores) ganha em média R$2.200,00 na rede básica. Professores universitários já ganham mais, entre 9 a 16 mil.

A média dos salários do funcionalismo gira em torno de R$3.200,00. Você não pode se esquecer que funcionário público é desde um morto de fome limpador de fossa da prefeitura, até um Procurador, Juiz ou Auditor fodão. Claro que funças do governo federalho ganham mais, tendo a maioria um salário de R$4.500,00 a R$6.500,00.

Já a iniciativa fossa privada tem uma média de R$2.500,00, e todos os dias jornais, sociedade e mundo jogam isso na cara dos funças pra eles se sentirem mal e se matarem, o que não ocorre. E empreendedores ganham em média 5 paus no rabo R$5 mil.




Aqui já fica claro uma coisa: quer ganhar mais dinheiro, seja empreendedor. Toda regra tem sua blá blá, mas todos os malditos funças que ocupam cargos que todos nós pobres imundos sonhamos, e depois aparecem nas notícias sendo presos em casos de corrupção deveriam saber disso. Quer ficar rico? O serviço público não é pra você. Eu ainda acho que o serviço público é para fracassados como falei nesse post aqui. Deveria ser.

E quando eu digo isso eu não quero dizer que o serviço público tenha que ter pessoas ruins, mas que a iniciativa privada deve ter os inventores, os cientistas, os gênios e os que tem potencial de gerar mais renda. Serviços administrativos, burocráticos e outros mais especializados que exigem mais gosto (polícia, bombeiro...) deveriam ficar com quem quer uma vida mais tranquila, que quer prestar seu serviço e receber uma grana, que  não quer desenvolver um programa de recompensa para os cartões Bolsa Família.

Então não é que o funcionalismo merece só os piores e acomodados, mas quem sonha grande deveria correr atrás de realizar sonhos grandes. Servir o público como um gestor by João Dória deveria ser obrigação de todo funcionário público e muitos recém chegados tem essa vontade de fazer e acontecer, só que o retorno vai ser "sempre o mesmo". O problema é que o Brasil é uma bosta, o mercado de trabalho um lixo, os impostos e burocracias absurdos e muitos que tem potencial pra empreender ou crescer bastante na inciativa privada acabam preferindo a estabilidade e os bons salários do funcionalismo, certo, seguro e "mais justo" para entrar.


Reduzir os salários do funcionalismo é certo ou errado?

Sim e não. Pensar que todos os problemas do Brasil são causados pelos funcionários públicos não é muito certo. Mesmo que você odeie essa "raça" como muitos dizem, com certeza conhece algum parente ou colega que é funcionário público e que você considera uma boa pessoa e vê que é honesto e bom profissional. É justo essa pessoa ganhar pouco?

Como eu já disse, existe uma discrepância enorme entre os salários e tirando um pouco o lado meritocrático da coisa, de cargos que exigem mais complexabilidade, nível superior e etc., temos sim casos surreais de motoristas, garçons e outros ganhando mais de R$20 mil. Geralmente no Senado e na Câmara. Lá também são pagos os maiores salários, mesmo para nível médio, que pode chegar a quase R$30 mil fácil.

Essas abominações tendem a ficar no passado. Alguns cargos deixaram de existir e só aquele pingo de gente continua ali porque a lei não pode retroagir e abaixar o salário desses caras ou mandá-los embora. Aliás, a estabilidade é uma das críticas mais ácidas contra o funcionalismo. Mas não é assim como o povo pensa, que ninguém é mandado embora. Realmente é muito mais difícil e mesmo com avaliações periódicas de desempenho, ainda temos muita falha nesse quesito. O maior número de demissões é por ilegalidade, desde acumulação de cargos a corrupção. Quando os números começaram a aparecer em 2003 até agora, já foram mais de 6 mil demitidos, só no Governo Federal.

A estabilidade muito criticada, tem como propósito evitar represálias e apadrinhamentos devido trocas de governo e investigações, como a Lava Jato, por exemplo. É bom lembrar que esta estabilidade que é conquistada pelos servidores só vale depois de três anos de exercício. Então esses três anos, chamados de estágio probatório, são exatamente o período onde o funça vai ser avaliado por um funça tetinha. Empregados celetistas não possuem estabilidade. Trabalhar no BB, na Caixa, nos Correios e etc. não dá estabilidade, apesar de demissões não ocorrerem como na iniciativa privada. Os Correios, por sinal, possuem uma estabilidade maior devido a prestação de serviço garantido na CF.

Apesar que nem sempre foi assim. Todo mundo conhece o discurso amargurado dos sindicalistas sobre as demissões na era FHC. Eu não sei exatamente o que rolava, mas tinha sim algumas demissões injustas, principalmente devido falhas na legislação, e depois surgiram algumas jurisprudências, Súmulas e etc. para garantir um respeito maior a CF.

Nisso temos vários problemas. Cobrar produtividade é fácil na Receita Federal, por exemplo, e inclusive já existe e há pouco tempo foi implementado bônus salarial por isso. Mas cobrar a produtividade de uma recepcionista, apesar das avaliações existirem, não é tarefa tão simples. Nem mesmo em empresas privadas. Meta de xerox? De carimbo? Meta de marcar agenda? E muito do serviço público é burocrático, então fica meio difícil cobrar uma produtividade igual do setor privado que visa o lucro e lida com metas em cima disso.

Em alguns casos, servidores acabam cumprindo essa produtividade estabelecida de forma errada. Policiais também tem metas. Já teve casos divulgados na mídia sobre a indústria da multa e até mesmo Policiais Rodoviários que sopravam o bafômetro eles próprios pra cobrir a cota de fiscalizações feitas. Não se esqueça: o brasileiro é FDP. Não acho que só o poder que corrompe o homem. Na verdade acho que essa canalhice já está em muitos brasileiros, afinal nossos políticos não são importados.


Como um animal como esse que nem falar direito sabe, passa na PRF e ainda desperdiça
essa oportunidade?


Não há dúvidas de que o serviço público pode e deve melhorar, com treinamentos, avaliações e investimentos adequados. Já foi mostrado em várias pesquisas que o Brasil perde em produtividade tanto no setor público, quanto no privado, em comparação com outros países. A crise está aí, a máquina pública está relativamente inchada, mas não necessariamente está sobrando funcionários, pelo contrário. E não dá pra montar uma administração pública totalmente espelhada no setor privado. Uma empresa na época de crise demite geral, ela pode fazer isso pra economizar e equilibrar os lucros ou aceitar lucros menores. Já o governo precisa prestar serviços a população, não dá pra simplesmente demitir vários servidores e deixar o povo sem atendimento e sem serviços públicos.

"Mas, então, deve reduzir ou não o salário Lixo?! Conclui logo esta porra!".


Minha humilde sugestão lixosa

Pois bem, muitos benefícios que alguns servidores tinham antigamente já foram ou estão sendo cortados. As pensões para as filhas de militares, se eu não me engano, acabaram para servidores que ingressaram em 2003. Em alguns tribunais onde a jornada era só de 6h, hoje é de 8h. E várias outras medidas.

Nesse sentido temos uma puta disparidade que causa um mal estar tremendo. Imagine se o salário for mesmo reduzido para R$5 mil. Um servidor que fez o concurso anterior, às vezes por questão de um ou dois anos apenas antes do novo servidor. O primeiro vai ganhar o salário anterior de R$10 mil e o segundo de R$5 mil. Bem foda né?! É normal que servidores que entraram primeiro ganhem mais devido a progressão de carreira, mas a diferença não é muita e não parece injusto. Já dessa forma, pra cumprir a mesma carga horária, fica bem chato.

Já que a lei não pode retroagir, vai demorar até todo mundo que ainda ganha muito morrer, seus familiares morrerem (pensões) e a coisa se equilibrar com todo mundo ganhando R$5 mil. Outro grande problema é a "umbiguez" que já citei neste blog. O Brasileiro Bostileiro sempre olha para o próprio umbigo apenas e não aceita fazer esforço algum para mudar a situação do país. Mesmo os servidores do alto escalão com vencimentos de mais de R$20 mil querem sempre aumentos acima da inflação, independente se o país está quebrado ou não. Veja que a Carmem Lúcia propôs que o STF fique sem aumentos ano que vem, e logo a associação dos filhos de rapariga magistrados soltou nota choramingando.

A solução ideal 

Na minha humilde opinião o STF, junto com a Câmara, Senado e Presidência deveriam se reunir e baixar uma norma falando: a lei vai retroagir SIM! Vamos baixar todos os salários (não necessariamente para R$5 mil), cortar benefícios e regalias de políticos, servidores e da porra toda. Se não quisessem fazer isso pra sempre, que fosse uma medida por sei lá, cinco ou dez anos.

A solução mais sensata

O óbvio deveria ser cumprido. Toda verba, com exceção da somatória de férias, não poderia passar do Teto Constitucional. Isso é o mínimo, e não cumprem. É simples: cortem todos penduricalhos, auxílios e etc. Não pode passar dos R$33 mil e pouco, PONTO!

Agentes políticos não deveriam ter salários altos e muito menos benefícios. Em alguns países alguns cargos, como o de vereador, nem remuneração recebem. Aqui o óbvio também: adeus apartamento funcional, viagens, telefone ilimitado, carro, seguranças de filme, verbas de gabinete e etc.

O Teto do Funcionalismo deveria ser reduzido. Mas qual valor? O valor ideal que tirei debaixo do braço pra fornecer, seria de R$15 mil bruto. Por que esse valor? Bom, já faz tempo que R$5 mil era um bom salário. É claro que a maioria da população não ganha nem R$2 mil direito, mas estudos indicam que o salário mínimo ideal seria R$3 mil e pouco. Só que em capitais o bicho pega, cargos altos são mais complexos, exigem nível superior (apesar de não ser mais diferencial como antigamente) e foda-se, bolei aqui que R$15 mil é um salário bom, justo e pronto!

Sem contar que com os descontos de previdência obrigatória e Imposto de Renda, o valor líquido seria de R$10.548,11 aproximadamente. É bom, é justo, é belo e moral! Mas, claro, sem auxílio nenhum. Nada de auxílio alimentação, creche, nada e nada. Talvez um plano de saúde e vale transporte e só.

Se a lei pudesse atingir todos os funcionários seria ainda melhor. Na minha ideia de macaco, quem ganhasse mais que 15 mil teria o valor reduzido pra 15 automaticamente. Quem ganhasse menos que isso poderia ter reduções proporcionais. Por exemplo: quem já ganha 15 mil abaixar pra 13. Quem ganha 13 abaixar pra 11. E por aí vai, mas com um limite em quem ganha 5 mil. Se não chega no cara que ganha 3 mil e muda pra 1 mil, aí já acho injusto.

É um completo devaneio? Talvez, mas garanto que teria resultados. Lógico que os servidores iriam choramingar, e óbvio que nenhum Político e Ministro iria aceitar ganhar 15 mil, mas reformas tem que ser feitas e devem começar justamente de cima.


Outras alternativas

Há várias outras medidas que poderiam ser feitas junto com minha "ideia genial" e outras que poderiam ser feitas à parte. Congelar salários de todas ou de algumas categorias por X anos, trocar parte do salário por bônus de produtividade e/ou de qualificação, PDV igual já foi proposto (mas o plano de desligamento deve ter intenção de trocar servidores antigos que ganham muito por servidores novos que na fase inicial de carreira ganham menos. Nunca com intenção de enxugar a máquina pública completamente, pois no Estado atual, temos déficit de funcionários), dentre outras medidas.


Não papai Estado. Não dá pra bancar tudo sempre que choram


Conclusão

Mudar só os salários iniciais do executivo como querem fazer não é muito justo. Se é pra mudar, que mude tudo. E como eu disse, deve ser foda você começar ganhando R$5 mil na Receita Federal sendo que um colega de trabalho que entrou no concurso anterior ganha R$20 mil. Eu como sou miserável, e tenho projeto de viver uma vida simples, talvez não me importasse tanto, mas no fundo estaria chorando em posição fetal. E como aqui é BR, difícil acreditar que alguém vá ser produtivo sabendo que alguém no mesmo cargo e com mesma carga horária ganha mais. Sem falar nas propinas, corrupção e etc., que já acontecem e podem piorar.

Agora, o mínimo já pode ser feito: PDV's, congelar salários (ao menos de categorias que ganham mais de R$10 mil, por exemplo e por determinado tempo), respeitar o teto constitucional e acabar com penduricalhos, acabar com todos os benefícios e regalias de magistrados e políticos.

No mais, existem posições mais liberais que não abordei, mas acredito que só de fazer o básico já melhora muito. Tenho um pouco de posicionamento liberal. Talvez o ideal seja o Estado se concentrar apenas nas atividades básicas. Outra hora penso que até mesmo educação e saúde poderiam ser privatizadas. Temos notícias de universidades prestes a fechar, como a UERJ e até federais. E todo mundo sabe que estão cheias de riquinhos. Aliás, é uma baita hipocrisia todos que detonam concursos, concurseiros, serviços públicos em geral, mas fizeram a população arcar com seus estudos. Talvez seria justo existir uma contribuição, ainda que simbólica, para estudantes que trabalham, que são ricos e etc. No SUS também poderia ter algo semelhante.

Ah, é claro, os impostos precisam ser revistos, ainda mais se algo mais liberal fosse implantado. O mais justo seria alguns serviços serem pagos só mediante contratação. Mas não acredito muito na ideia libertária de "todo imposto é roubo" e o Estado não deve existir. Primeiro que já foi assim antes, e basicamente a população mundial foi cobrando aos poucos mais e mais estado. O famoso "Welfare State". Segundo, não acredito muito no funcionamento disso, mas estou acompanhando o Liberland. E por último, é bizarro certos libertários dizerem que animais não tem direito, que pedofilia não é crime, que você pode pode vender sua mãe no Mercado Livre  e etc. (bota aspas nisso tudo e não me enche o saco).

No mais, nada muda...




*Atualização: ao que tudo indica o máximo de R$5 mil pode durar apenas durante o estágio probatório (hoje é 3 anos, mas talvez usem mais ou menos tempo); Vão cobrar respeito ao teto; Congelar aumentos e algumas outras medidas.

-----------------------

Temer, se estiver lendo este post já sabe que o básico dá pra você fazer, seu imundo! E eu vou continuar tentando uma vaguinha no serviço público, pois como já disse sou burro, fracassado e inapto pra qualquer outra coisa. Já desisti de riquezas e ainda que o salário seja de R$5 mil, pra mim que sou um lixo ainda tá valendo. E pra você?

Abraço do Lixo!

Próximo post amanhã, depois de amanhã, semana que vem, sei lá!!!
 Anota aí! ;) 

Posts fixos: Atualização Financeira e Considerações sobre o mês - até o dia 05 de cada mês
Posts especiais: Quando der na telha (de preferência aos sábados ou domingos);

Fala que eu te leio: umserlixo@gmail.com; inbox via face; formulário de contato ao lado; comente ou pombo correio para o lixão mais próximo. 

Curta a página do Lixosiga o Lixo, inscreva-se no meu canal lixo. Não vai acrescentar nada na sua vida nem na minha, mas vai lá, ou não...